quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

PARA ESCREVER BEM

Para escrever bem é preciso ter raiva até saltarem os olhos
é preciso doer e doer e moer até os ossos
é preciso estar de saco cheio de Deus e de tudo mais
E é preciso não ter muita paz
Antes de tudo, para escrever bem,é preciso ter cansado da realidade.
a REALIDADE acaba com o tesão de escrever.
e pra escrever bem tem que ter tesão,muito tesão em porra nenhuma
não é uma parada objetiva...
é antes uma comitiva de desenganos e inquietações,
um muro das lamentações.
E quando num final de domingo, sozinho e triste,muito triste,acontecer...
Você vai entender
Que escrever é para os fracos
Os fortes se distraem com jogos lúdicos ou cinema europeu,e saem normalmente para paquerar os rapazes.
Claudia Kras

PAUTAS PRA QUE TE QUERO

Corri no meu caderninho de anotações 
Para anotar que existem algumas canções,
Que tem nome e endereço e palavras fofas na letra.
Meu caderninho comporta,
Todos os meus devaneios.
Denotações estranhas
Conotações obscuras
Pequenos vícios e taras elementares,
Compreende a origem de todos os males
e tem o aconchego de um chá de hortelã.
Meu caderninho sabe que hoje, não é amanhã
E se esforça pra anotar uma graça,
Agarrar uma rima(quando ela passa!)
Pular no pescoço das musas,
E garranchar meus mais profundos pensamentos.
Meu caderninho está comigo em todos os momentos
E só não é meu melhor amigo porque não sabe falar
Mas se escreve com destreza e desespero
E as vezes,num acesso de furia, rasga-se por inteiro
E vai (sozinho!)parar na lata do lixo,
Prova cabal de que tem algum juízo.
Meu caderninho agora é no celular
Mesmo sem lápis,o importante é anotar
Ou só sentir os sentidos correrem "under my skin"sem sentido
...caso a bateria acabe.

BALADA

Mais uma noite ...
Copos cheios,todos cheios de ilusões
Bebidas caras
Caras que eu amo e não me querem
Táxis que nunca chegam
Sorrisos afetados disfarçando melancolia,
Muito desperdicio de alegria,tudo meio superficial.
Na TV é quase natal
No Brasil é quase fim dos tempos,com tanta gente ganhando mal mas mesmo assim rebolando até o chão.
No meio da pista de dança, você partiu meu coração!
Em casa minha mãe passa café,enquanto esmorecem minhas ultimas lembranças da madrugada...
Teu sorriso sordidamente doce,
Meu botão da blusa que caiu
A bolsa que quase esqueço em cima das caixas de som,a musica fora do tom
Mais uma noite que não te tive e pouco importa porque me ensinam os manuais feministas que uma mulher precisa de um homem tanto quanto um peixe de uma bicicleta
Mas o que eu queria no fundo era pedalar com você,
Por campos floridos ou no aterro às 7 da manhã
A baía de Guanabara sublime abençoando nosso passeio matinal
A banca de jornal,depois o pão com café na padaria e por fim,os rumos que a vida toma
Uns morrem,outros correm,todos tentam dar o máximo de si.
Para mim,sinceramente,não faz a mínima diferença
Eu só queria tua licença,
E poder te dar um beijo de bom dia.

TESTANDO HIPÓTESES E REFUTANDO TEORIAS

Há toda uma imensa massa amorfa vagando pelo espaço sideral
Maior que esta depressão pós natal...
Mais densa que teu papo bêbado,
Ou minha melancolia. 
E há também a incerteza do Big Bang...
Será que realmente raios fermentaram aminoácidos,
e foram dar na confusão deste relacionamento enrolado?
Ou é culpa do seu remédio controlado,
e do meu descontrole emocional?
E se a gente fosse normal,
haveria chance?
No way, baby
Sad but true.


Você me deixou no ar,noiar,noir.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

MUITAS CONVICÇÕES,POUCOS BEIJOS

No rolê:
-Oi tudo bem?O teste do facebook disse que voce me ama em silencio...
-Foi mal mas o facebook errou,só me interesso por sua amizade.
-Me desculpe mas os algoritmos do facebook nunca erram...já pode me beijar(e parte para cima do cara)
-Hey!Para com isso,ta maluca? Já disse que não quero nada com voce.
-Mas e o teste?
-Sei lá...tô nem aí para seu teste.
(garota começa a chorar)
-Para com isso...ta chorando porque?
-Porque achei que o teste tava certo e vim aqui falar contigo. Agora to morrendo de vergonha...
-Calma!Também nao precisa ficar assim..detesto ver mulher chorando.
-Já to melhor,obrigada.Me desculpa,sou muito precipitada.
-Tô vendo...qual seu signo?
-Libra,eu acho.
-Nossa!Que coincidencia...é meu signo complementar.Eu sou áries.Pensando bem vem aqui...da cá aquele beijo.
-Desculpe mas não acredito em astrologia.Na verdade sou materialista e acho bem besta acreditar em signos. 
Tchauzinho.

POEMA URGENTE (ou ASSEDIADOR )

Vou fazer um poema rápido e rasteiro...
Pra te dizer que penso em ti o tempo inteiro
Vou fazer um poema bobo e fulgaz...
Pra te mostrar que sem você não tenho paz
Vou fazer um poema e musicar...
E se nem isso adiantar,
Vou correr pelada,
Gritar na tua rua de madrugada
Tacar pedra em tua janela da calçada
Mas será que isso tudo te importa?
Se eu disser que ainda chovo na tua horta?
Poderia abrir a porta?
Ainda lembra de mim?
Não?
Sim?
Responde logo,por favor
Ou hoje mesmo me mato de amor.